"Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado...e nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo : não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores...mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !" - Vinicius de Moraes



quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Convite aos poetas...


"Não tenho ambições nem desejos.
Ser poeta não é uma ambição minha.
É a minha maneira de estar sózinho.
Ou quando uma nuvem passa a mão por cima da luz
E corre um silêncio pela erva fora.
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem sabe o que é amar...


Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer,
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura...


A mim ensinou-me tudo.
Ensinou-me a olhar para as coisas.
Aponta-me todas as coisas que há nas flores.
Mostra-me como as pedras são engraçadas
Quando a gente as tem na mão
E olha devagar para elas."
                                     
                                                          Fernando Pessoa


Quero aqui registrar um convite aos meus amigos e amigas que se arriscam , como eu, pelo mundo dos versos e das rimas, das poesias inusitadas dos dias e das madrugadas e espero que aceitem... Lá no Blog "Universidade de Sentidos" publicarei, dentro de algumas semanas, poesias dos meus amigos literatos, daqueles que expõem seus versos ou mesmo os guardam no fundo das gavetas, para que assim, possamos realmente compartilhar nossos sentidos de uma maneira universal (esse é o propósito daquele Blog...) e então, para aqueles que queiram ceder um texto que será publicado com os devidos créditos, peço a gentileza de que os enviem ao meu e-mail : vanessaaugusto11@hotmail.com e serão publicados no nosso cantinho do amor e da poesia, que adoro tanto ! Agradeço desde já aqueles que puderem e quiserem aceitar meu convite !
Adoro tanto o nosso cantinho que as poesias , em poucos dias, já ultrapassaram as palavras e hoje tenho mais poemas do que posts publicados...rs... E quero suplantar isso com as poesias de vocês !!
E para brindá-los postei essas pérolas do meu amado Fernando Pessoa e da querida Florbela Espanca , meus ídolos maiores nesse quesito de poesia ! Espero que gostem ! Grande Beijo !


"Versos

Versos! Versos! Sei lá o que são versos…

Pedaços de sorriso, branca espuma,
Gargalhadas de luz. cantos dispersos,
Ou pétalas que caem uma a uma.
Versos!… Sei lá! Um verso é teu olhar,
Um verso é teu sorriso e os de Dante
Eram o seu amor a soluçar
Aos pés da sua estremecida amante!

Meus versos!… Sei eu lá também que são…
Sei lá! Sei lá!… Meu pobre coração
Partido em mil pedaços são talvez…

Versos! Versos! Sei lá o que são versos..
Meus soluços de dor que andam dispersos
Por este grande amor em que não crês!…"


                                                                  Florbela Espanca

4 comentários:

Long Haired Lady disse...

o lado cool da blogespefra!
que venham mais espaços assim!

Albuq disse...

Bom dia Van!

Quero participar! Precisa ser algo inédito? Bjssssssss

Dave disse...

Muito bom! Apesar de nenhum dos dois serem lá os meus preferidos (Fernando Pessoa é desanimador demais) gostei do que li.

Beijo!

Will Lukazi disse...

opa....que bom ,Van.

A blogosfera precisa de incentivos assim. Parabens.....ja to separando uns aki viOo...srrsr.

bjuusss