"Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado...e nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo : não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores...mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !" - Vinicius de Moraes



sábado, 30 de abril de 2011

Casamento Real (mas não falarei aqui sobre o da realeza britânica...)

Embora o acontecimento do ano de ontem tenha sido o tal casamento do príncipe William e da bela Kate , não é sobre esse casamento "real" de que vou discorrer as minhas mal traçadas linhas hoje , mas sim , do casamento que importa a grande e esmagadora maioria que assistiu as bodas de ontem , se encantou com a magnitude da cerimônia e seus exageros todos da elite britânica : o casamento REAL !

Atualmente muitas pessoas ainda se casam e constróem imensas expectativas acerca do casamento e esses ensaios se iniciam desde os preparativos em que muitos gastam rios e rios de dinheiro em cerimônias espetaculares e grandiosas e outros que seguem pagando prestações a longo prazo para conseguirem , enfim , terem uma cerimônia e festa inesquecível que lhes serão memoráveis por toda sua vida.


Acontece que o casamento não é só isso... Tudo bem , que no mundo jurídico , o casamento seja apenas um contrato entre duas pessoas que reseolvem se unir em prol da constituição (ou não) de uma família e , com os avanços da atualidade até mesmo já se é possível , em alguns países a união de pessoas de mesmo sexo. Outro dia li até que muitos , se preocupam tanto com esse intermédio das relações , que estão adotando um contrato que determina que ambos são apenas namorados , para que a relação , mesmo que perdure por alguns longos e bons anos não passe a ser considerada União Estável... é, a preocupação com os bens já antecede as núpcias na modernidade , achei isso meio preocupante , dentro da minha visão mega romântica e apaixonada de todas as coisas não me cabe duas pessoas se resguardarem do direito de dizerem que são apenas namoradas e não estão vivendo uma União Estável , sou mais das antigas , em que se confiava bem mais nas pessoas e não precisávamos de tantos contratos jurídicos , mas enfim... as coisas mudam.


O casamento não vem com manual de instrução e , a partir do momento em que compartilhamos do universo do outro temos de nos adaptar e nos acostumar com uma série de coisas que antes , não nos preocupava tanto , coisas que antes , talvez não nos importassem tanto , mas que dentro do mesmo teto são coisas que esmagadas pela rotina do dia a dia passam a nos atormentar e se não tivermos mesmo racionalidade , nos levam ao ápice da loucura e devemos encará-las , pelo menos em sua grande maioria , com leveza e bom humor para não saturarmos e não transformarmos nossa vida num verdadeiro inferno.


Além disso , as obrigações e responsabilidades divididas exigem também um preparo e um amadurecimento que , antes do casamento nem chegam a serem cogitadas , mas depois ao passar dos dias , nos encobrem e nos trazem verdadeiras batalhas se não souberem ser bem administradas. O casamento não é de todo mal , mas exige muita paciência , tolerância , cumplicidade , disponibilidade , jogo de cintura , racionalidade , diálogo e concordância , além é claro do amor sempre elevado ao seu grau máximo e a paixão sendo mantida em níveis de satisfação , caso contrário a relação não se sustenta. Poderíamos ainda incluir a eterna amizade , admiração e respeito entre ambos para temperar toda a química do amor e ainda assim , contarmos com as benesses do tempo para que o relacionamento consiga superar os altos e baixos impostos pela rotina e pela montanha de obrigações que a vida nos toma todos os dias.


É , o casamento REAL não é fácil e os príncipes e princesas da realidade devem estar muito bem certos da decisão que tomam em suas vidas e devem ter claro no coração que o propósito é divino , lindo e maravilhoso , verdadeiro conto de Fadas , mas que precisa de empenho e dedicação mútuos e esforço árduo da parte dos protagonistas para dar certo ! O casamento vai muito além do vestido da noiva , do buquê , da escolha dos padrinhos , da cerimônia ou da festa , devendo ir além até das alianças e dos pactos que fazemos conosco mesmos... E que sejamos felizes para sempre !

2 comentários:

C. disse...

Você é casada (ou já foi) Van?

O Divã Dellas disse...

Amém! Amém! Amém!
Eu sempre me emociono com casamentos!
Beijo.
Cinthya

http://odivaadellas.blogspot.com