"Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado...e nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo : não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores...mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !" - Vinicius de Moraes



terça-feira, 26 de abril de 2011

E quando nada adianta ?

Os dias passam , uns sobre os outros , uns após os outros e o tempo cumpre seu papel. Enquanto o coração segue o mesmo , pesado , pesando e pensando naquilo que não deve mais pensar , lembrando daquilo tudo que deve apenas esquecer. E nem o tempo , esse sórdido soldado , é capaz de atacar e derrubar o que vai lá dentro , não está dando conta de romper a força de tamanho sentimento. Nesse doloroso mistério a vida se levanta e , com ela , vem a dor de uma saudade do que não se viveu , daquilo que se perdeu , apenas dentro daquilo que não coube. No desespero da paixão incontida , se moldam gestos profundos de dor , diante da partida desgarrada , do afastar indelével , do separar consciente , apenas pelo plano do que não pode e nem deve ser acometido. E nesse ranso desesperançado e desacorçoado , o coração pulsa e chora. Chora quando se lembra de quem não consegue esquecer , de quando se pretende mudar e tenta e luta , mas não consegue , perdido em si mesmo , mergulhado por suas atitudes impensadas , relembrando momentos da saudade dolorida que o aperta e o aprisiona cada vez mais fundamente ao canto do peito. Ele tenta fazer as malas de alguém que já partiu há dias , mas que deixou um rastro enorme , deixou pegadas profundas , deixou lembranças atormentadas que teimam em queimá-lo todos os dias , seguidamente. Não sabe ainda por quanto mais será capaz de suportar tamanha dor , não sabe mais quando voltará a ser quem era , não sabe mais por quanto tempo desejará nunca ter conhecido o amor...esse mal que o mata a cada segundo. Desejou nunca ter provado o gosto do encanto , mas depois se arrependeu , porque tudo o que viveu e sentiu foi único , nobre , profundo e certeiro , tudo o que viveu lhe transformou e lhe devolveu a vida perdida , tudo o que viveu mais lhe acrescentou do que lhe retirou , então se arrepende de maldizer o amor... Mesmo sofrendo tanto , prefere ter sido assim , prefere a dor de ter de esquecer a dor de nunca ter sentido. E assim , relembra momentaneamente dos segundos em que desfrutou a vida inteira , dos momentos que o trouxeram ao universo da completude , dos instantes em que sua luz foi renovada e sua alma se expandiu e multiplicou-se em cores. Sabe que nada que faça hoje irá melhorar a dor , nada que faça ou tente irá arrancar de si as lembranças ternas a serem esquecidas , nada irá remover a imensidão da solidão que se espalha em si , porque um amor não vivido perdura por muito mais que além de uma existência e fica sempre a retornar trazendo uma esperança de ser , mesmo sem nunca ter sido , mesmo sem nunca esperar nada de qualquer outro futuro que chegue... Um amor não vivido é tudo em si mesmo e traz o sabor da saudade de tudo o que se sonhou , mas que nunca na realidade será vivido e o sentimento , quando apenas no desejo , é mais real porque nunca obteve tradução.

5 comentários:

O Divã Dellas disse...

Olha eu aqui provando que não estou sumida coisa nenhuma, viu?
Rsrsrs
Belo texto, COMO SEMPRE!
Cinthya

http://odivaadellas.blogspot.com

Thaise disse...

Oi Van, amores mal resolvidos??? Que terapeuta, mão, melhor amigo pode resolver algo desse nível? Quando descobrir me avisa tá? Ameei o post. Um abraço!

Zélia Gadelha disse...

Como saber a hora certa? As duvidas vão pairar sempre... É preciso vencer a barreira do tempo e ultrapassar os sonhos... Mesmo que depois tenha que sentir saudades, mais saudades do que se viveu. Bjuss

sarah disse...

Ai cara, o ser humano é um bicho completamente estranho...
mas nos descobrimos a cada movimentação e rotação,

só não devemos nos acomodar nunca !
então...

maõs à obra para ajudar quem quer que seja.

Te adoro, adoro o que escreves. Sua linda !

Will Lukazi disse...

Ei vanvan...

As situações são tão toscas, não é mesmo minha amiga ? A vida e seu movimento absurdo de coisas...tudo nos sacode, mexe com a gente e deixam marcas mais que profundas.

Surgiram pomadas para cicatrizarem as feridas mais rapidamente, Van, mas o melhor mercúrio cromo se chama TEMPO.É nesse professor que infelizmente mata todos os alunos dele é que confio. COnfia também.

Que bela frase hein:''é mais real porque nunca obteve tradução''.

bj vanvan...