"Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado...e nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo : não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores...mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !" - Vinicius de Moraes



quarta-feira, 18 de maio de 2011

Da pressa da vida

Sempre tive muita pressa e achava que podia controlar o tempo...ledo engano... esse tempo tem as rédeas tão curtas que mal podemos segurá-las que dirá controlá-las de modo que possa sustentar os segundos ou os minutos em nossas mãos a fim de detê-lo. Algo impossível.

A vida nos cobra diariamente e impiedosamente nossas ações , como um tratado a ser cumprido rigorosa e estritamente , sem falhas ou imperfeições. Diante de mim isso vira um fardo , muitas vezes , porque o dia acaba passando e com ele o tempo vai todo e mal consigo resolver aquilo que é essencial , que dirá os extras. Alguns dirão ser falta de organização , na verdade , não. O que falta mesmo é o tempo para conseguir cobrir todas as atividades , para conseguir ser inteiro e realmente eficaz.

Posso acordar cedo , posso dormir cedo como sempre faço , mas ainda assim falta dia e espaço para as atividades todas e me cobro intensamente , me cobro das responsabilidades , me cobro das atitudes , me cobro do que ficou para o outro dia e assim vai... E nessa cobrança infinita está também a pressa da vida , a pressa em viver e em sentir tudo o que a vida me dá , é uma pressa desgarrada , é uma pressa que não cabe em mim e que me diz sempre que ainda falta tanto a fazer e que me preenche aos arredores e me faz tão louca e me deixa com a sensação de que faltarão dias ao final da minha vida para resolver tudo o que é preciso...


5 comentários:

Mima D. disse...

Van,
Como não me encontrar no que escreveu?
Vejo os dias passando, e cada vez menos consigo cumprir o tanto que há para ser feito, e me cobro, me frustro, me culpo...
Penso muitas vezes que estou perdendo algo que de fato não sei o que é, mas que tenho certeza, é bem mais importante que o número de horas que tenho gasto em coisas que não me fazem feliz.
A vida passa, e não sei ao final se vou ser capaz de dizer o que realmente vivi.
Adorei ler este post hoje. Precisava ser sacudida.
Bjs

C. disse...

Engraçado como os pontos de vista mudam, com o passar do tempo (olha o tempo denovo! rs). Provavelmente por causa da faculdade, trabalho e ainda ter que cuidar da sua vida em casa, torna o tempo corrido e com muitos afazeres. Mas quando você passa por toda essa fase, o tempo passa mais lento, e parece temos todo o tempo do mundo!
Adorei seu comentário no CaFoFo doce Van, obrigada!

Vera Lúcia Duarte disse...

OLÁ,
PARE UM POUQUINHO E RESPIRE FUNDO.
TUDO TEM TEMPO E HORA.
POR MAIS QUE TENTEMOS NÃO CONSEGUIREMOS ATROPELAR O TEMPO.

GOSTEI DAQUI E ESTOU TE SEGUINDO.

SE QUISER ME DAR O PRAZER DE SUA VISITA, APAREÇA LÁ NO MEU RECANTO.

BJ.
(http://nuvemdeestrelas.blogspot.com).

Priscila Rôde disse...

As vezes o tempo, parece querer um pouco mais de si. E corre.

Um beijo.

Will Lukazi disse...

oi van...

...infelizmente esse mundo moderno com sua louca engrenagem nos impõe este ritmo frenético. São compromissos e mais compromissos, horários e mais horários...

As pessoas hoje em dia estão mais ansiosas do que nunca. Geralmente não respeitam nem o próprio tempo delas e vivem estafadas, estressadas e se dizendo depressivas.

O que temos que fazer é aproveitarmos os momentos de descontração, mesmo que raros e fazermos deles instantes aproveitosos para o corpo e mente.

E não se esqueça do livro ECLESIASTES: há tempo para tudo para as coisas debaixo do Sol...


Bjus vanvan.........