"Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado...e nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo : não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores...mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !" - Vinicius de Moraes



segunda-feira, 8 de agosto de 2011

"Para que meus inimigos tenham pés e não me alcancem..."

Para quem não conhece , eis aqui um pouquinho da história de um dos meus protetores , o guerreiro São Jorge :


São Jorge (275 - 23 de abril de 303) foi, de acordo com a tradição, um padre e soldado romano no exército do imperador Diocleciano, venerado como mártir cristão. Na hagiografia, São Jorge é um dos santos mais venerados no catolicismo (tanto na Igreja Católica Romana e na Igreja Ortodoxa como também na Comunhão Anglicana). É imortalizado no conto em que mata o dragão e também é um dos Catorze santos auxiliares. Considerado como um dos mais proeminentes santos militares, sua memória é celebrada dia 23 de abril como também em 3 de novembro, quando, por toda parte, se comemora a reconstrução da igreja dedicada a ele na Lida (Israel), onde se encontram suas relíquias, erguida a mando do imperador romano Constantino I.


Stgeorge-dragon.jpg
São Jorge e o Dragão , de Gustave Moreau

É o santo padroeiro em diversas partes do mundo: Inglaterra, Portugal, Geórgia, Catalunha, Lituânia, da cidade de Moscou e, extra-oficialmente, da cidade do Rio de Janeiro (título oficialmente atribuído a São Sebastião).

De acordo com a lenda, Jorge teria nascido na antiga Capadócia, região do centro da Anatólia que, atualmente, faz parte da República da Turquia. Ainda criança, mudou-se para a Palestina com sua mãe após seu pai morrer em batalha. Sua mãe, ela própria originária da Palestina, Lida, possuía muitos bens e o educou com esmero. Ao atingir a adolescência, Jorge entrou para a carreira das armas, por ser a que mais satisfazia à sua natural índole combativa. Logo foi promovido a capitão do exército romano devido a sua dedicação e habilidade — qualidades que levaram o imperador a lhe conferir o título de conde da Capadócia. Aos 23 anos passou a residir na corte imperial em Nicomédia, exercendo a função de Tribuno Militar.

Castelo de S. Jorge , Lisboa

Nesse tempo sua mãe faleceu e ele, tomando grande parte nas riquezas que lhe ficaram, foi-se para a corte do Imperador. Jorge, ao ver que urdia tanta crueldade contra os cristãos, parecendo-lhe ser aquele tempo conveniente para alcançar a verdadeira salvação, distribuiu com diligência toda a riqueza que tinha aos pobres.
Ícone de S. Jorge , museu Cristão Bisantino , Atenas

O imperador Diocleciano tinha planos de matar todos os cristãos e no dia marcado para o senado confirmar o decreto imperial, Jorge levantou-se no meio da reunião declarando-se espantado com aquela decisão, e afirmou que os romanos deviam se converter ao cristianismo.
Todos ficaram atônitos ao ouvirem estas palavras de um membro da suprema corte romana, defendendo com grande ousadia a fé em Jesus Cristo. Indagado por um cônsul sobre a origem dessa ousadia, Jorge prontamente respondeu-lhe que era por causa da Verdade. O tal cônsul, não satisfeito, quis saber: "O que é a Verdade?". Jorge respondeu-lhe: "A Verdade é meu Senhor Jesus Cristo, a quem vós perseguis, e eu sou servo de meu redentor Jesus Cristo, e Nele confiando me pus no meio de vós para dar testemunho da Verdade."

Como Jorge mantinha-se fiel ao cristianismo, o imperador tentou fazê-lo desistir da fé torturando-o de vários modos. E, após cada tortura, era levado perante o imperador, que lhe perguntava se renegaria a Jesus para adorar os ídolos. Todavia, Jorge reafirmava sua fé, tendo seu martírio aos poucos ganhado notoriedade e muitos romanos tomado as dores daquele jovem soldado, inclusive a mulher do imperador, que se converteu ao cristianismo. Finalmente, Diocleciano, não tendo êxito, mandou degolá-lo no dia 23 de abril de 303, em Nicomédia (Ásia Menor).

Capadócia , Turquia

Os restos mortais de São Jorge foram transportados para Lida (Antiga Dióspolis), cidade em que crescera com sua mãe. Lá ele foi sepultado, e mais tarde o imperador cristão Constantino mandou erguer suntuoso oratório aberto aos fiéis, para que a devoção ao santo fosse espalhada por todo o Oriente.


Pelo século V, já havia cinco igrejas em Constantinopla dedicadas a São Jorge. Só no Egito, nos primeiros séculos após sua morte, construíram-se quatro igrejas e quarenta conventos dedicados ao mártir. Na Armênia, em Bizâncio, no Estreito de Bósforo na Grécia, São Jorge era inscrito entre os maiores santos da Igreja Católica.

Oração a São Jorge

        Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos tendo pés, não me alcancem; tendo mãos, não me peguem; tendo olhos não me vejam e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus com sua Divina Misericórdia e grande poder seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.  (Tradição popular)

Salve , Jorge !

7 comentários:

Lena disse...

Oi, Van
Salve, Jorge, grande protetor nosso, glorioso santo que nos defende de todas as perseguições e invejas!Belo post, querida Van! Bjkas e uma ótima terça!!!

Raissa;* disse...

Que lindo! Tenho uma tia que é grande devota dele, mas não conhecia a historia dele! Muito bonita!
Uma vez me disseram que meu santo protetor é São Jorge, amém!
Que estejamos sempre sob sua proteção!
beeijo

A Escafandrista disse...

aaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhh Van!!!
Que maravilha chegar aqui e ver isso!!! Eu adoro São Jorge e tudo meu está relacionado a ele, acho que tem a ver com a projeção de me considerar forte e guerreira... Eu ando vestida e armada com as armas de São Jorge e tive o privilégio de conhecer o Castelo em Lisboa, é imenso e incrível... Querida, fica com Deus. E voltemos à luta! Bjs.

C. disse...

Oi miguita,
nao li o post, cê sabe o por quê, mas te deixo uma beijoca!

C. disse...

A notícia boa é que hoje recebi na minha porta um presentinho de uma blogueira, deixei a foto no FB, quando puder olhe lá, ameiii!


Bj

Stephanie Pereira disse...

Muuito massa!

Anônimo disse...

Oi, Van!
Salve Jorge!

Estamos passando para divulgar esta singela e linda Homenagem a São Jorge Guerreiro: "SÃO JORGE, MEU PROTETOR", conforme Link do YouTube, abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=12RYt6y1Dqw

Um forte Abraço!
------------------------------
>>Letra:

SÃO JORGE, MEU PROTETOR
(L. de Oliveira / R. Mag / V. Milanês)

A Lua que ilumina o céu
Se faz presente em meu barracão...
Clareia, ó Lua, o meu amor!
São Jorge é meu Protetor...
Te peço com toda devoção!
Vem, meu São Jorge
De Capadócia...
Me ilumina e guia!
Te peço sorte...
Se faça presente
Em meu dia-a-dia!
Para que nada
Me faça mal...
Em minha estrada,
Me dê um sinal...
A Lua que vem clarear a aldeia,
Tem mistério entre a lua e o mar;
Clareia...
Com suas armas, Meu Santo Guerreiro,
Não tropeço em meu caminhar...
Pois seguro estou... E em ti eu posso confiar!