"Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado...e nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo : não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores...mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !" - Vinicius de Moraes



segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

No Caminho...Tentando deixar de ser "verde"

Enfim, viva ! Depois de tanta pilha, depois de tanta ansiedade e, obedecendo aos conselhos da minha querida Amelie Poulain - que eu sigo sempre e me dedicou um post no sábado, era hora de voar e...fizemos o que devia ter sido feito ontem, a prova ! Apenas mais uma de outras tantas já feitas e outras mais que virão (daqui uma semana já virá mais outra e eu pilho de novo...rsrsrs).


Foi um dia e tanto porque euzinha, do alto da minha ansiedade, cheguei para fazer a prova (cedo como sempre) e, resolvi ir até a sala subindo as escadas do prédio, que eram, nada mais, nada menos do que degraus para se alcançar até o décimo segundo andar...fui linda e bela e, do sexto andar para adiante já estava com o coração, os pulmões, as vísceras, o fígado, o pâncreas e tudo o mais saindo de mim, exaustos e pedindo - "pára pelo amor de Deus"...dei um tempinho, recobrei e segui...mas foi bom, deu uma baixada ENORME em toda a ansiedade...só eu mesma !
A cada nova prova que faço me sinto melhor, me sinto mais bem preparada, me sinto realmente absorvendo tudo o que aprendi, consigo relembrar dos estudos, das anotações, das aulas e de tudo o que me é peça fundamental nesses decisivos momentos, dessa minha vida de estudante profissional.
A próxima prova também ainda será para uma vaga em Brasília e eu, às vezes me conformo com isso, às vezes não... Eu não tenho nada contra Brasília, pelo contrário, acho até que vou gostar muito de lá, tenho amigas lá e o trabalho para mim compensará qualquer coisa, porque só estudar não me faz me sentir útil e é só com o trabalho que me reconheço realmente útil...não nasci para dona de casa, do larrrrrrr.... Mas acontece que minha vida é em São Paulo, amo essa cidade que ficará mais velhinha amanhã, que muitos odeiam, mas que para mim é o lugar onde nasci, onde tenho minhas raízes, onde fiz e construi meus sonhos e minha história em grande parte do meu tempo...e é tão difícil de me desapegar disso daqui tudo, é tão difícil ter de pensar em continuar minha vida e ter meus filhos (ahhhhhhh...nãooooo), em outro lugar longe daqui....Talvez seja por isso que ainda penso que a hora não chegou, que a prova ainda não é essa, que a minha vaga ainda não está lá e eu estou apenas cumprindo etapas, seguindo o caminho, treinando meus nervos e meus conhecimentos pondo à prova tudo o que estou construindo para, quando chegar a minha prova (como disse minha amiga fofíssima Amélie : "no órgão que eu quero, na vaga que eu quero, mesmo que sejam duas apenas eu só precisarei de uma, a minha"...) eu realmente colocar meu cavalo para voar !


Não fiz uma má prova ontem, não, acredito que tenho muita chance ainda, deixa o gabarito sair amanhã que veremos e, quem sabe...um pouco da minha história tenha de ir para Brasília para que novos capítulos sejam escritos...

Amelie , querida ! Obrigada pelo post que amei muito e obrigada mais ainda por me inspirar na prova de ontem, sigo seus conselhos ! TE ADORO MUITO !

P.S : Adoro as provas do CESPE que sempre nos trazem uma frase para o teste grafológico que incluimos na folha de respostas e em todas as minhas provas elas sempre têm a ver muito comigo; a minha de ontem dizia o seguinte : "É comum perder-se o bom por querer o melhor." Cada frase é como um presságio...quem sabe a minha tenha a ver bem mais comigo do que o que penso... Maktub - É preciso sempre saber tirar as pedras do caminho...


5 comentários:

Vanessa Mendes disse...

to sempre por aqui tambem *-*
adoro seu cantinho!

Amélie Poulain disse...

"É comum perder-se o bom por querer o melhor."

Amei essa frase!!!!!!!!!!!!!

Pelo visto dona moça já tá bem madura! heheheheh Tô gostando de ver!!!!

E vamos seguindo a estrada!
Tudo na hora certa!
E na vaga certa!!!

Beijão!!!

O Divã Dellas disse...

Saber o que se quer de verdade... O começo do sucesso é esse!
A afinidade com o objetivo torna o caminho até ele (o objetivo desejado) menor e melhor.
Beijo,
Cinthya
(se precisar de uma ajuda extra, posso pedir a roupa da Mãe de Santo de novo, certo? kkkkkkkkkk)

Will Lukazi disse...

Maktub, minha amiga...maktub !

Assim está escrito: estou torcendo sempre por você...sempre...


bj Vanvan...

Georgia disse...

Interessante.

A Flávia do blog Depois dos 25..., hoje tem aniversário e eu fiz uma homenagem para ela num outro blog que ela tem comigo. Acredito que ela iria gostar demais se vc viesse para a festa.

http://www.oqueelasestaolendo.com/

Te espero por lá.

Abracos