"Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado...e nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo : não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores...mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !" - Vinicius de Moraes



sábado, 26 de março de 2011

A minha fé , do que ela é feita ?

Ontem passei o dia me questionando a respeito de muitas coisas , mas o que mais me aprofundou o pensamento e a busca de respostas foi a questão da fé , da minha fé. Do que ela é feita  e do que venho a alimentando ultimamente ? Por que , mesmo diante de tantas dificuldades e percalços eu não a deixo sucumbir e ela persiste em meu coração , mesmo que em mínimas fagulhas , ela permanece lá no fundo , esperando por um sopro que a reacenda novamente.


Eu tenho uma fé que a mim , em certos momentos , chega a ser surreal , como nesses momentos pelos quais a vida tem andado. Mil coisas contrárias , aspectos desfavoráveis e instáveis em vários setores da vida , dificuldades , problemas , questões a serem resolvidas , e ainda assim eu sinto que ela está lá em seu murmúrio , baixinho , pendurada na beirada do meu coração , me dizendo num gemidinho quase mudo , sussurando : não desista , siga em frente e continue , que você há de chegar. Percebo nisso que não posso reclamar , de nada , não faz sentido reclamar , devo sim continuar e perseguir meus objetivos por mais complicada que esteja a situação eu sempre terei ferramentas que possam revertê-la e me fazer seguir.

Hebreus 11:1 : Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.



Seria eu uma otimista compulsiva ? Ou uma otimista nata ? Seria eu uma sonhadora inconsequente que não mede esforços para seguir seu coração ? Não sei nenhuma das respostas destas perguntas , mas o que sei é que sigo em frente com uma coisa na cabeça , de que se cair , tantas e quantas vezes for , devo me levantar , se me derrubarem novamente , devo levantar , olhar bem nos olhos de quem me derrubou e seguir novamente , sem olhar para trás.


A impressão que tenho é que me revisto de uma couraça chamada persistência e dessa couraça não me desvisto , até que chegue nalgum lugar. O problema é que não tenho chegado a algum lugar faz tempo e isso está me causando certo desconforto , a couraça parece pesar e eu pareço sentir necessidade de deixá-la de lado para prosseguir , parece que faz muito calor dentro dela por causa da luta constante... Mas o grão de mostarda lá permanece...


No evangelho segundo S. Mateus 17:20, Jesus disse: “Se tiverdes a fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível.”

E nessa constante , sigo , embalada por essa fé , por esse acreditar num futuro melhor , acreditar no dia de amanhã diferente. Sigo. Minha fé é grande , enorme , mesmo que as vezes tente esmorecer ela me remove da ideia e me coloca de volta no caminho de continuar , com esperanças , com ideais , buscando sempre. Como nesse momento em que tudo parece estar dando errado , mas não me faço de rogada , não me colocarei como uma vítima e tentarei reverter tudo , num volume máximo de atividades reconstruídas e novas tentativas. Sigo. Vou andar sempre com fé , ela não costuma falhar , mesmo que as vezes se reduza a fagulhas , ela é algo que nunca se apagará de mim. E tenho dito. E é nisso que vou acreditar.

2 comentários:

Ligia Barbosa disse...

Puxa Van! Eu sei bem como é essa sensação...
"Por que , mesmo diante de tantas dificuldades e percalços eu não a deixo sucumbir e ela persiste em meu coração , mesmo que em mínimas fagulhas , ela permanece lá no fundo , esperando por um sopro que a reacenda novamente."
Nunca desista, a recompensa, a honra, sempre vem.
Eu acho que a fé é que nos impulsiona a seguir em frente DE CABEÇA ERGUIDA, é ela que faz com que ainda possamos sorrir em meio ao caos, então, ela é nunca é ruim.
Adorei o texto!
Bom Domingo!=]

Juju Balangandan disse...

Van, fé é experiência pessoal. A minha fé é um gancho que liga meus pensamentos ao meu coração, nele está tudo o que acredito e desejo mais profundamente. Procurando bem é a fonte cristalina de néctar que nos alimenta e dá auto-suficiência. Que bom que nós podemos buscar a fonte!

Sei que está difícil, mas quando atravessar a pior fase, as águas irão se acalmar e vai seguir navegando e admirando a paisagem novamente.

Muita energia boa para você!