"Faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante. Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vidinha isolada do passado...e nos perderemos no tempo... Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo : não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades... Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores...mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !" - Vinicius de Moraes



quarta-feira, 29 de junho de 2011

"Concurseira" é profissão ?

Outro dia me peguei num dilema : estava preenchendo uma ficha e com aquela burocracia toda , nome , endereço , estado civil , me deparei com uma que sempre me deixa em saia justa - profissão - essa sempre que aparece me pega e me faz pensar mais do que qualquer outro campo que deva ser preenchido. Eu não tenho profissão ! Isso é terrível de se admitir em plena idade adulta mas é a mais pura realidade !


Há tempos , quando trabalhava na empresa do meu pai , colocava na ficha "assistente administrativo" , depois que ele me nomeou sócia dele passei a ser "comerciante". Ele morreu , saí da empresa deixando minha parte com meu irmão e fui fazer curso técnico de Estética , mas exerci por pouco tempo a profissão nem completando um ano no ofício e fiquei em casa , depois que me casei , para ingressar no maravilhoso mundo dos concursos públicos. Mas longe de mim ser dona de casa , não que tenha algo contra , o que não tenho é know how e muito menos competência para assumir os afazeres domésticos. O único deles que abraço com fé e coragem porque amo fazer é cozinhar , os demais , eu passo adiante , empurro com a barriga porque na atual circunstância não temos dinheiro para bancar uma empregada , e como somos dois adultos dentro de casa , a bagunça a gente controla e a limpeza a gente dá um jeito também... é um caos organizado a nossa casa , digamos assim...

E estou lá , na frente da ficha , olhando para ela pensando em minha profissão. Estou estudando , estou cursando com muito custo (e bota custo nisso porque a mensalidade aumenta a cada semestre...Deus do céu) e além disso estudo em casa mesmo com minhas apostilas e meus livros e apontamentos de aulas e sites de auxílio para concursos em tempo integral , já disse isso aqui uma vez , então , isso me torna uma concurseira , mas acho que isso não é profissão. É só um status temporário e que seja temporário mesmo , que com meus esforços eu consiga logo , logo passar num concurso e sair desse sufoco , desse perrengue de tirar no palitinho quais contas temos a pagar esse mês , quais são as prioridades e também de conseguir pagar a faculdade com mais sossego , sem me assustar a cada semestre com os reajustes.



Mas esses percalços do caminho só nos fazem enxergar com mais otimismo o futuro , nos fazem ter orgulho da nossa vitória ao fim da caminhada e também nos deixam com mais vontade de lutar por nossos sonhos. Infelizmente não nasci em berço de ouro , numa família rica , mas meus pais puderam me dar todo o valor e educação que trago hoje como pessoa e são valores que dinheiro nenhum é capaz de pagar. Também não sou casada com nenhum homem rico , mas meu marido tem um coração de ouro e é um homem de tantos valores e de tanta força , fé e coragem que dinheiro nenhum seria mensurável para valorizá-lo nesse mundo e é a pessoa que mais bota fé em mim , por isso não mede esforços para me ajudar com meus estudos , mesmo fazendo inúmeros sacrifícios por mim e abdicando de coisas suas a meu favor.

Sendo assim , depois de pensar muito sobre o quê colocar na ficha , coloquei estudante , aliás é como me nomeei aqui há tempos , estudante profissional é assim que me considero nesse momento e assim que estou agora , estudando e confiando que dentro em breve serei capaz de conquistar meus objetivos , com muito esforço , mas será um objetivo há muito aguardado e ansiado por mim e pelos que me querem bem e que me ajudam nessa caminhada. Não tenho do que reclamar e agradeço a Deus até mesmo pelas dificuldades que a vida me proporciona , porque é muito simples quem vê de fora achar que somos privilegiados , mas na verdade só quem sabe o tamanho das dificuldades que temos de enfrentar somos nós mesmos e os desafios não são simples , mas Deus só nos dá aquilo que podemos suportar e nada além do que não conseguimos enfrentar. A vida é assim... lutar faz parte ! Sigamos !

2 comentários:

Thaise disse...

Oi van, adorei a visita no blog. Ando postando pouco, trabalhando muito. Um beijooo!

Cris - CaFoFo online@ disse...

Adorei esse post!
Muitas vezes também ficava pensando que profissao era a minha... já que foi sempre tao difícil tudo. Eu já ando cansada de muita coisa Van, porque tudo tenho que conseguir com muito custo, falei isso agora porque acho você a mesma coisa.
Nao dá mesmo pra julgar, muito menos saber o que a outra pessoa tá passando, só o fato de tentarmos compreender já tá de bom tamanho!